19/09/2010

POSSO, TUDO POSSO...


"Posso, tudo posso Naquele que me Fortalece! Nada e ninguém no mundo vai me fazer desistir."


Nem todo reality show pode ser considerado cultura inútil. O Hipertensão, por exemplo, ao meu ver, é um grande programa. Evidencia os limites do ser e potencializa a garra e a determinação, capaz de motivar o enfrentamento de situações que mostram que o ser humano é extremamente capaz de superar os obstáculos da vida. Ver o competidor Toshi, o japonês, falar hoje que seus adversários estavam certos de mandá-lo para eliminação, pois ele realmente é o mais forte foi um insithy maravilhoso. Cara, fiquei de queixo caído. Ele, o Toshi é enormente focado, concentrado e sabe do tamanho da sua força. Gosto disso. Muito!


Sou uma mulher guerreira. Entretanto, quando os furacões da vida, me atropelam, sinto-me super frágil e incapaz de encontrar a saída. Isso dura pouco. Ainda bem! Dura o tempo do desespero. Pois logo depois, sou envolvida por uma força superior, algo mágico e forte, que me apresenta a minha história, a minha lenda pessoal. E aí, refaço-me em forças tiradas lá do fundinho da alma e configuro em mim a decisão de vencer!


Tive uma infância difícil. Não tenho vergonha alguma de falar dessas misérias. As dificuldades tornaram-se grandes com a separação de meus pais. Dias de pobreza tornaram as fantasias de criança metas da vida adulta. Sempre fui atrás dos meus sonhos. Sempre conquistei meus objetivos exclusivamente com o suor do meu rosto. Tornei-me professora, graças à insistência de minha mãe que devotava em mim a confiança de que eu venceria pelos meus estudos. Na verdade, sempre acreditei que sou educadora nata. Nasci assim: para educar e ajudar na construção de um mundo melhor, mais digno e sobretudo, mostrar às pessoas que os sonhos são transformadores de realidade.


Depois de formada, conquistei meu lugar ao Sol, sendo contratada por uma conceituada escola particular, passando num concurso público e me efetivando como servidora municipal. Na época, transição do Cruzado para o Real, fiz meu pé de meia com as saudosas UFIRs que pagavam em "ouro". E logo depois, abri mão do emprego na rede particular para montar minha própria escola. Era meu sonho. Era meu desejo e tornou-se realidade!


Nunca fui apadrinhada por ninguém. Nunca pedi favor para alguém. Sempre fiz o que podia, com o que eu tinha. E sempre fiz o melhor. Não abro mão da excelência. Nem no amor. Nem na profissão. Muito menos na vocação de educar. Casei-me com um homem considerado rico. Casei-me por amor. Eu me apaixonei por ele desde o dia em que a mão dele segurou a minha com um misto de firmeza e ternura. Fizemos um pacto de amor. Nossa vida foi pautada no que juntos pudemos construir. Tudo foi planejado. O dinheiro dele ou da família dele não era importante. Tanto que tudo, tudo que foi adquirido para nossa casa, desde a sala de jantar até o conjunto de quarto foi comprado e dividido igualmente entre ele e eu. Enfim, compartilhávamos o nosso amor, o nosso dinheiro e os nossos sonhos.


Perdi esse homem em 2006. Ele faleceu. Metade do meu coração morreu junto com ele. Com essa perda, vieram muitas dificuldades, já que transferimos nossa vida nos últimos meses para Belo Horizonte e lá gastamos o que tínhamos e não tínhamos para tentar mantê-lo vivo. Com esse homem, ganhei o presente mais valioso do mundo: nosso filho. Com ele também aprendi o valor de ter alguém do lado que torce por você. Tudo isso, o amor, o companheirismo, o torcer juntos um pelo outro, me faz muita falta. Muitas vezes, me abandono ao desespero quando as dificuldades parecem não acabar mais. Contudo, quando olho o tesouro construído pelo nosso amor: meu filho lindo, sinto o amor de DEUS mais forte dentro de mim e sei que vou em frente e sempre vencerei.


Não quero que me tomem por prepotente ou arrogante, muito embora considere positivamente essas duas características em meu ser. Mas sei que POSSO, TUDO POSSO NAQUELE QUE ME FORTALECE.


E por que cargas d'água estou falando tudo isso? Explico. Andava triste e chateada com a vida. Não entendendo o afastamento de algumas pessoas da minha vida. Não compreendendo porque tudo tem acontecido de uma vez só. Dificuldades. Problemas. Doenças. Solidão. E de repente, mais uma vez, DEUS fala comigo. ELE me pega no colo, me olha com OS OLHOS de PAI e diz o quanto sou importante, o quanto tenho força dentro de mim para, mais uma vez, SUPERAR tudo o que vem acontecendo. É "só eu querer, desejar profundamente e sem medo entregar meus projetos nas Mãos DELE e deixar-me guiar aos caminhos que DEUS desejou para mim!"


"Vou perserguir tudo aquilo que DEUS já escolheu para mim. Vou persistir e mesmo nas marcas da dor, do que ficou, vou me lembrar... realizar o sonho mais lindo que DEUS sonhou!!! E em meu lugar está, a espera de um novo que vai chegar, vou persistir , vou continuar a esperar NELE, mesmo quando a visão se turva e o coração só chora, mas na alma a certeza da vitória. Posso, tudo posso, Naquele que me Fortalece. Nada e ninguém no mundo vai me fazer desistir."


É isso, pessoas, definitivamente não enfrento uma fase boa. 2010 a cada mês revela-se um ano de dor, perdas, doenças, desamor, dificuldades. Eu podia simplesmente desistir e achar-me uma coitadinha qualquer. Entretanto, anote aí: daqui a um tempo, estarei escrevendo minhas VITÓRIAS aqui. Vitória, nome da minha filha que não nasceu... Vitória, desejo intenso de alguém que sabe que está predestinada a vencer, a superar os obstáculos, mesmo que maiores do que eu.


E claro, profetizar minha lenda pessoal. Consagrar minha ascensão a DEUS, meu SENHOR e meu PAI MAIOR que nesse tempo todo sempre esteve comigo. Vamos combinar, né? O MESTRE abriu mares, trocou reinos por mim e sei que mesmo sendo pecadora, ELE é capaz de doar SUA VIDA de novo por mim... só tem algo que DEUS não é capaz... ELE só não é capaz de deixar de me amar!!! Então, chega de lágrimas! Está na hora da virada definitiva em minha vida!


Está na hora de não chorar porque não sou amada como amo. DEUS, intenso, como ELE só, me fez intensa para quê? Para amar sem restrições. Para abarcar em meu coração todos os sentimentos que são caros a esse mundo louco. Amo! Amo! Amo! E não tenho vergonha de admitir isso! Se você não me ama, o que eu posso fazer? Sentir muito. Por você, é claro! Eu AMO INTENSAMENTE e jamais pagarei o alto preço de quem não viveu sua lenda pessoal, ou seja, de quem disperdiçou a vida. Lamento por quem não ama. Nada traz mais paz ao coração do que saber que tem alguém no mundo que nos ama e nos deseja o bem. E eu, quero o seu bem! Esteja onde estiver. Com quem estiver. Sempre quero lembrar do seu sorriso e ardentemente pedir a DEUS que não o tire dos seus lábios...


Está na hora de pensar em formas práticas de resolver as questões burocráticas. Não caminhei até aqui para perder tudo, sem lutar. Lutar, a luta do bem, logicamente. Todas as minhas forças estarão concentradas de hoje em diante em manter meu sonho realizado e vivo!


Está na hora de usar os recursos possíveis e disponíveis para cuidar mais de mim e da minha saúde. DEUS é sábio e abençoa-me ricamente. É preciso rasgar a cortina do passado e aproveitar o tempo precioso que recebo da vida a cada dia e escrever um novo capítulo de superação.


Está na hora de deletar as coisas ruins. Está na hora de mudar o perfil de 2010. Está na hora de enxergar que não só de provações esse ano foi concebido. Estou viva, mesmo depois de tantos percalços. Meu filho está crescendo cada vez mais lindo, inteligente e saudável. Algumas pessoas confirmaram sua amizade sincera e estão do meu lado. Meu nome foi lembrado para um novo e desafiante trabalho. Enfim, portas foram fechadas, mas muitas janelas abertas também.


Está na hora de enxergar que "DEUS é capaz transformar sua vida. O impossível ELE fará porque és preciosa aos seus OLHOS. E se tiveres a coragem e a loucura de acreditar, então irás provar que ELE pode muito mais."


Bom, desculpem o desabafo, mas eu precisava escrever tudo isso. Precisava colocar para fora. Ufa! É tão bom quando esvaziamos o que nos atormenta. E o melhor, quando acreditamos piamente que somos fortes o suficiente para carregar a própria cruz e ainda ajudar quem caminha ao lado.


Permaneçam todos(as) com DEUS!!!


Beijos muitos e uma semana ricamente abençoada para nós!!!


Elizabeth Karine Leão Silva Santos


P.S.: Não corrigi o texto, foi escrito no calor e emoção do momento. Desculpe-me.


***


"Diz o Mestre: se você tiver de chorar, chore como as crianças. Você já foi criança um dia, e uma das primeiras coisas que aprendeu em sua vida foi chorar; porque faz parte da vida. Jamais esqueça de que é livre para demonstrar suas emoções, não é vergonha alguma. Grite, soluce alto, faça barulho se tiver vontade- porque assim choram as crianças, e elas sabem a maneira rápida de sossegar seus corações."


"Diz o Mestre: devemos cuidar de nosso corpo- ele é o templo do Espírito Santo, e merece nosso respeito e carinho. Devemos aproveitar ao máximo nosso tempo- é preciso lutar por nosso sonhos, e temos de concentrar nossos esforços neste sentido. É preciso ser feliz. Não existe pecado algum em ser feliz."

UM PEDIDO IMPORTANTE:

SE A AJUDA É TÃO SIMPLES, PORQUE NÃO AJUDAR, NÃO É MESMO?
DEMORA APENAS 10 SEGUNDOS PARA ENTRAR, CLICAR E AJUDAR!

O Instituto do Câncer de Mama está com uma importante campanha.
Cabe a nós atendermos sua solicitação e ampará-lo, pois se depender do Governo (Federal/Estadual/Municipal) será seu fim!!!
Vamos salvar o site do câncer de mama? Não custa nada.
O Site do câncer de mama está com problemas, pois não tem o número de acessos e cliques necessários para alcançar a cota que lhes permite oferecer UMA mamografia gratuita diariamente a mulheres de baixa renda. Demora menos de um segundo, ir ao site e clicar na tecla cor-de-rosa que diz 'Campanha da Mamografia Digital Gratuita'.
Não custa nada e é por meio do número diário de pessoas que clicam que os patrocinadores oferecem a mamografia em troca de publicidade.
Repassem a pelo menos 10 amigas para que eles repassem a mais 10 ou mais amigas, ainda hoje!
E assim estaremos ajudando a salvar este site tão importante.
Este gesto fará uma enorme diferença.

O B R I G A D A !!!

05/09/2010

SAINDO DE MIM

De volta a mais um capítulo do “Contos do Espelho”

Depois de olhar-se nos olhos, fazer um strip-tease da alma, desconstruir sua lenda pessoal, sonhar sonhos lúcidos, entupir-se de ausências, quebrar-se no espelho (o da alma), revelar esfinges do amor, perceber que o amor não é imortal, um dia ele chega, mas noutro vai embora... restringir-se entre parênteses, jorrar-se em lava flamejante vermelha, finalmente engoliu soluços vãos e alcançou algumas respostas.

Chegara então, o momento em que ela precisava simplesmente entregar-se ao emaranhado de intensas emoções que rodeavam a sua história. Investir em ações pouco cotadas é como assinar a falência pessoal. Se é para arriscar, que se arrisque por altos penhascos. Chorar por pouca coisa é inútil e envelhece.

A vida é sempre uma incógnita. Contudo, tal incógnita é definida pessoalmente a cada passo dado. Alguns acertados. Outros nem tanto. Errar os mesmos erros só é permitido até o instante em que os prejuízos podem ser ressarcidos. Caso contrário, chama-se falta de inteligência.


Entre tormentos e reviravoltas, eis que ela viu-se novamente no olho de mais um furacão. Como sempre, o último é o mais forte e o mais grave. Esse, assim era denominado.

As dores físicas somaram-se ao sofrimento espiritual e à perda de um dos sonhos mais sonhados de sua vida. Sim, seu sonho azul. Ele escorrera por entre seus dedos e estava escapando enquanto ela procurava uma solução desesperadamente.

Em contrapartida, seu ego fora altamente inflado por sua competência administrativa e a vida abria-lhe mais uma porta. O destino era mesmo brincalhão. Tudo, tudo resolvera acontecer ao mesmo tempo.

DEUS tem mais mistérios do que a Trindade Una, Trina e Santa. Definitivamente ELE sabe escrever certo por linhas tortas. As entrelinhas foram escancaradas e de dentro dela, de maneira simples, mas eficaz, algo morreu. Morrera na hora certa. De forma, branda. Partiu alegre. Sorriu impunemente. E ainda que toda faca tenha dois gumes, saiu devagar e para sempre. Seus poros, finalmente estavam livres do que lhe fazia mal. Do que não era passível de entendimento e muito menos digno de dedicar-se amor.

video


De quem era o mérito? Ela era extremamente egoísta em alguns aspectos. Este era um deles. O mérito era exclusivamente dela. Os sentimentos foram ardilosamente trabalhados dentro de seu coração. De forma prática: o que é bom, fica; o que é ruim, saí. Simples assim.


Aprendera com o espelho a renascer das cinzas, como uma Fênix gloriosa que saí da roda viva. A tristeza fora passageira, e, por fim, uma pedra colocada sobre o túmulo daquele amor indigente.

Fizera a catarse. Podia voltar a dormir tranqüila. Não importava se a cara fora quebrada ou uma lágrima fujona dera o ar de sua graça. Qualquer coisa que seja resultado do amor já vale a vida.

Mas, e como fica o resto? É comentário. Especulação. Ela sempre vive o amor e paga o preço que ele custar. De preferência, deixa o troco, mas nunca finge que esqueceu a lição do espinho.

Na dinâmica da vida, tudo é um ciclo. E novos ares a estavam apaixonando. Ela estava enamorada de novo. Estava se encantando. Por isso, voltara a sorrir. Pintara os lábios. De vermelho. Vermelho intenso.

Como todo futuro é incerto e como incerta é toda felicidade, ela não tinha medo algum de voltar a sonhar em tons coloridos... lá ia ela de novo e de novo!

***
Pessoas,

Dei um tempo, não é mesmo? Parei de escrever alguns dias. Muitas vezes, deixamos de fazer coisas que gostamos muito, não por querer, mas porque certos momentos são dedicados aos furacões da vida. A Leoa aqui tem dias de tartaruga. Quando a vida me apavora, entrego-me ao nada, entro no casco e lá fico escondidinha até conseguir me aprumar como uma Fênix... (Haja animal pra me decifrar, não?)

Somou-se a alguns probleminhas de saúde, alguns problemas profissionais e uma "tristezazinha" teimosa que vive a me perseguir, mas já mandei-a passear bem longe de mim.

Tenho algumas boas novidades, mas como o conto ficou grande, vou deixar para torná-las públicas no próximo post.

Giane, obrigada pelo presente LINDO em letras garrafais, com o qual você me presentou! Fiquei imensamente feliz e o compartilharei com todos no próximo post. Você me encanta pelas palavras e pelo carinho sempre muito especial.

Enfim, torçam e mandem energias positivas para mim. Estou com alguns problemas sérios, mas hei de resolvê-los todos. Só peço a DEUS muita saúde para ter força para vencê-los.

No mais, uma semana LINDA e ABENÇOADA para todos nós! E no clima do feriado, independência aos sentimentos, aos amores, aos negócios e a tudo que oprimir o coração!

Como Clarice Lispector diz: “quando se ama não é preciso entender o que se passa lá fora, pois tudo passa a acontecer dentro de nós.” Não procuro entender as dores do mundo (e minhas), procuro viver bem o dia-a-dia, buscando sempre o equilíbrio entre os problemas reais e o que o meu coração sente.

Viver pra mim é estar sempre apaixonada, seja por alguém, pelo trabalho, pela literatura ou pelos desafios... enfim, é estar com olhos cheios de vida. E aí vai um segredinho ( Risos...) estou APAIXONADA de novo!

Beijos muitos!